domingo, 2 de junho de 2013

A morte









A Morte


diretamente da névoa 
e atravez dos doze selos
a donzela observa 
a grande fera que a espreita
negra com a propria morte
grande maior que sua sorte
os dentes manchados
de um intenso vermelho
o chão empapado 
de sangue

na neblina se oculta
ma sente o bafejar
correr não adianta
isso só vai adiar

o demônio cachorro 
encontrou sua presa
dela sentiu o cheiro
e não vai esquecer

o desejo nos olhos 
a faz desfalecer
sem ter pra onde ir 
só lhe resta...



Anderson Lubar

Nenhum comentário:

Postar um comentário